sábado, 8 de março de 2008

Persépolis(2007)


Filme: "Persépolis" (2007), preto e branco, 95 min.
Por: Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud
M/12

Uma biografia em francês a retratar a vida de uma iraniana. Marjane Satrapi consegue dirigir a sua própria Banda-Desenhada e mostrar as dificuldades do seu país de origem mostrando a sua biografia com um pouco sentido de humor. É incrível como ela seleccionou alguns momentos da sua vida, porque se fossem mais do que alguns, ela hoje ainda estaria a fazer a Banda-Desenhada.
O filme é um filme não é para crianças, mas também não é tão forte que tem de ser para adultos, é um filme intermédio que, na opinião de um simples crítico, é bastante bom porque consegue captar a tua atenção em pouco tempo.
Nunca tinha pensado em países como este, o Irão e como eram os seus costumes e, tenho de dizer que acho que a vida no Irão não deve ser fácil: uma rapariga for solteira não pode dar a mão a um rapaz, os homens pensam que têm mais direito do que as mulheres, entre outras dificuldades como o Rock ser tão mal falado por essas bandas.
Marjane não só consegue fazer a sua biografia, como consegue também mostrar os problemas do Irão e como tem orgulho de ser Iraniana e mulher.
Esta biografia-cinematográfica arrecadou muitos prémios incluindo nos prémios de Cannes (Prémio do Júri) e com uma nomeação para os Óscares*.
O filme também fez me reparar noutra coisa: o francês, depois de se ver os filmes em francês, como "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain"(2001) (será publicado em breve), o francês fica na tua cabeça a vaguear, e, quando saí do cinema falava em, português mas pensava como se diriam as frases em francês. Nunca te aconteceu?
Aconselho a ser visto.
* Nomeação para Óscar - Melhor Filme de Animação

Um comentário:

tia romi disse...

Onde é que meteste os meus comentários.Isto aqui tem censura, ou Dati. Mau...