sábado, 15 de março de 2008

Sweeney Todd, O Terrível Barbeiro De Fleet Street (2007)


Filme: "Sweeney Todd, O Terrível Barbeiro De Fleet Street" (2007), cores, 116 min.
Por: Tim Burton
M/12Q

Antes de começar a crítica, quero esclarecer que esta é a minha primeira crítica do Tim Burton(VIVA!). Este filme tem uma história simples mas é bastante difícil de se contar. É o primeiro musical de Tim Burton e, até ficou bem. Como um fãn do Tim Burton, custa-me muito dizer que o filme está um pouco parado, no final. De resto até está bastante bem feito.
Quando são filmes do Tim Burton, eu já sei que eles vão existir 6 meses antes de estrear(sem exagero), e não me consigo calar, porque quero explodir a excitação. 2 meses antes de estrear o filme, recebi a banda sonora. Se eu já sou TÃO chato com a excitação do filme, como deve ser com a música? Exactamente! Ainda pior. Por isso estava a ouvir sempre as mesmas músicas, outra vez, outra vez e outra vez, até dar o berro(que nunca dei).
O filme ganhou um Óscar*, e tinha mais duas nomeações, incluindo para Johnny Depp.
O elenco é de luxo e todos cantam bem no musical. Excepto uma! A mulher do Tim Burton, Helena Bohem Carter. Pode ser impressão minha, porque estou mais habituado ao cd mas, para mim, ela desafina um pouco.
Aconselho a ser visto.
Óscar 2008 - Melhor Decoração da Arte;
Nomeações para Óscar - Melhor Actor; Melhor Guarda-Roupa;

Um comentário:

tia romi disse...

Este ainda não vi, mas acredito em ti. O facto de ser musical é que pode prejudicar o enredo. Se fosse o «Música no Coração» ainda entendia. A propósito, para quando uma crítica a esse filme histórico?