terça-feira, 4 de março de 2008

V de Vingança(2005)


Filme: "V de Vingança"(2005), 128 min.
Por: James McTeigue
M/16Q

Um filme político que se refere ao futuro no qual há a junção de uma vingança, um terrorista que também é um herói e a história de Guy Fawkes que se inspirou na banda-desenhada de Alan Moore e David Lloyd cujo o argumento é escrito pelos irmãos Wachowski(os criadores do sucesso "Matrix"), contribuindo para um filme de génio e bem pensado! É claro que retiraram várias partes da banda-desenhada, mas conseguiram à mesma fazê-lo algo estupendo!
O filme revela uma maneira fantástica de mostrar uma ideia futurista do fascismo na Grã-Bretanha, relembrando a abertura de 1812 de Tchaikovsky(uma versão rápida), tendo magia, revolução, tristeza, suspense, terrorismo, a salvação de um país...
A ideia de haver o "saco preto" ou o virús de St Mary é algo que nos arrepia a todos, mas é mais ou menos o que o fascismo cria: violência e não haver liberdade de expressão. Sem expressão não há vida, sem expressão livre nós não existíamos, não havia a beleza da poesia, não nos podíamos refugiar na leitura, é como se nos tirassem os sentimentos.
O nome código "V", ou simplesmente V, é interpretado por Hugo Weaving ("Mr. Anderson", "Matrix", 1999), que representa um papel difícil de interpretar por não mostrar a cara (tapada com a máscara de Guy Fawkes, que tentou explodir o parlamento), e só pode realizar as suas acções com gestos, como o grande actor realizador Charlie Chaplin, tendo de decorar falas difíceis como as falas do início.
Aconselhado para ver e rever! "England Prevails"!

Um comentário:

tia romi disse...

Eh lá, esta crítica é um espectáculo. Até pareces a wikipedia a falar! Dá-lhe, Duarte...